sábado, 13 de fevereiro de 2010

Em linhas

Eu queria ser um texto, uma mensagem ou poderia ser só uma frase. Uma frase bonita, carregada, lembrada, um memorial. Melhor dizer, um poema! Artigo, sujeito, verbo e ponto final. Pra dizer através das metáforas o que eu sinto e o que eu vejo, mas não sei falar em palavras, oralmente, publicamente.
Quem ousasse me escrever poderia saber um pouco de mim, ver através dos meus olhos, sentir aquelas ousadas sensações, amar quem amei e odiar a quem odiei, mas assim, ficaria confuso como eu. Teria que ler-me por completa antes de redigir-me, totalmente despida. No entanto, perderia a chance, tornar-se-ia então um louco. Um louco como eu. Um devaneio em linhas a procura de um escritor.

5 comentários:

  1. Serias um lindo poema, bonita!
    Adorei esse daqui!É um dos meus preferidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. jean seu cometario muito bom

      Excluir
  2. Que post lindinho :)

    www.scrummiest.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. cacador de sonho la logonge do mundo o goroto sumri embala um plano sacreto secreto.fugir de casa largar da escola e descobrir o que ha por ai, espalhado pelo mudo.

    ResponderExcluir
  4. meu livro tudo setroca ou muda . maioria dos meus conhecidos e dos meus amigos,por exeplo trocam a casa velha por uma casa nova este e aquele trocam bons-diass,trocam ações por outra ti´tulos de valor

    ResponderExcluir