quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Último adeus

Não pensei que fosse tão difícil sair da escola. O dia do término por completo das aulas, na Aula da Saudade, festa de encerramento do ano letivo, o nosso último ano no ensino médio.
Não sabia se chorava ou se sorria. Um mundo de sentimentos misturados tomaram conta de mim: perda, saudade, solidão, amizade, amor, carinho, admiração.
O CPM foi um lugar onde eu aprendi muita coisa. Onde eu não fui discriminada por ser quem eu sou, na verdade, não me escondi dessa vez. Eu tão diferente, me achei igual. Igual a todos, pois ninguém ali me tratou diferente. E isso é o que mais contou pra mim. Ver que não interessava de onde eu vinha, em que bairro eu moro, de certas condições que eu fiz. A única coisa que importou foi a presença e o afeto que eu tive e tenho por todos ali. Sentado em cada lado meu estavam aqueles que fizeram do meu ano, ser o mais especial possível, o mais foda e inesquecível. Não foram apenas ''amigos'' que eu fiz, que conheci, foram pessoas maravilhosas que eu queria tanto, mas tanto tê-las comigo por mais um tempo, quem sabe eternamente. Pra continuar me ensinando e me guiando pelo mundo. Por incrível que pareça, eu sou notava no Colégio da Policia Militar, meu primeiro e último ano, e alguém notou isso?! Parece mas é que conheço todos ali há anos e anos! Isso pra mim é o mais o importante, não a questão de anos, mas o sentimento que ficou por cada um deles ali. Não falo apenas de alunos, meus colegas de classe, mais também dos professores. Foi por alguns deles que firmei a minha profissão. Eu não tinha certeza do que iria fazer, medo de escolher a coisa errada. Mas hoje, fim de ano, pré e pós vestibular, vejo que não existe coisa mais EU do que cursar Letras. Vou levar algumas características de cada um deles para a formação do meu caráter.
Duvido muito que eu vá me arrepender. Duvido muito que eu não vá me esforçar, e ser quem sabe, como eles, meus professores.
Foi impossível não chorar, acho que estou até agora chorando. Por dentro e por fora, eu tô chorando agora! Meu Deus sou eu mesma? Rs. Acho que essa mudança de fase está mexendo com meu emocional comum [...]
Vou fazer 18 anos no próximo mês. Fui aprovada na Unicap em Letras e agora, sou ex-aluna do CPM. E agora? Será que eu vou ter a chance de ver meus amigos crescerem junto comigo? Eles sempre somem. Eu espero que sim.
Esse ano então foi o mais importante na minha vida. Não só pela escola (foi um dos principais) Mas por mim mesma, vejo que cresci tanto, não sou mais uma menina.
Me re-apaixonei, briguei, gritei com meus pais, tirei e causei cabelos brancos deles/neles. Não me torturo mais com ideologias alheias, criei a minha própria. E independente de ser politicamente correta ou não, eu vou ser feliz, eu sei.
Enfim, passei por momentos tão difíceis anos atrás, talvez se não fosse por algumas coisas que me falaram, e me mostraram, eu não estivesse aqui hoje. Talvez eu tivesse desistido de verdade. Mais como eu estou, eu desejo a todos eles! Não me limitando apenas aos alunos da turma G-3, mas, a todos os concluintes do colégio. Sucesso, paz, e muita sorte! Eu quero encontrá-los formados, felizes, e com o mesmo jeito de ser. Digo o mesmo aos professores, que merecem uma Salma de palmas minhas e dos demais, é dureza aturar aluno, ainda vou descobrir o que é isso.

Um grande e apertado abraço!

8 comentários:

  1. Dá tanta saudade ... BjO
    kausensitive.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Uhmn você não sabe como esse texto me tocou! =\
    Ano que vem é meu último ano de colégio, e a gente é uma família, sem exageros. Tem dia que convivemos das 7 da manhã às 7 da noite, por termos aula de manhã e a tarde. A gente sempre almoça junto, escova os dentes juntos... essas coisas banais que fazemos com a família.
    Vai ser tãaooo difícil a despedida! É gente que você conhece de cabo-a-rabo, são histórias e amigos. São as pessoas que te ajudaram a crescer e que você também contribuiu pra maturidade deles! Ahh! Tenho que parar de pensar nisso, senão vou despencar em prantos.

    Respondendo a sua pergunta: não, não é no vestiba não, só vou tentar ano que vem, ou talvez no outro ano hehe. É porque eu estudo no cefet de Minas, pra fazer o ens. médio lá tem que fzer vestiba também. Lá é difícil passar de ano sem recuperação (fui pro 3°*-*), porque além das matérias normais a gente ainda tem as matérias do curso técnico, e os profs não ajudam nada nada. Dai minha felicidade.
    (não sei se deu pra entender, acho que fico meio confuso hehe)

    Beijones!
    Bom post

    ResponderExcluir
  3. Deixei um selo pra você no meu blog, olha lá: http://www.gaalex.blogspot.com
    Espero que goste!

    ResponderExcluir
  4. Cara Eduarda, lendo seu texto retornei a 7 anos atrás, quando eu conclui meu ensino médio. Me reencontrei com o sabor amargo daquele dia. E como as coisas mudam Eduarda! Hoje, formada em geografia e perto de concluir o curso de comunicação social na ufma, sinto dizer que tudo passa, menos esse sabor agridoce que volta sempre que a gente recorda do que foi tão bom, mas que ficou pra trás. Boa sorte nessa nova etapa de sua vida!

    ResponderExcluir
  5. Como eu estou guardando as idéias para meus post, vou resumir:

    - PASSOU !!! Caralho !!! Eu sabia =)

    ResponderExcluir
  6. Posso te afirmar que eu passei por umas coisas aí também; na escola encontrei pessoas maravilhoes que em nenhum momento me criticaram, pelo contrário, me trataram de uma forma muito igual. Aprendi a formar a minha própria opinião e a ser uma pessoa mais crítica. Tenho muito a agradecer a todos os meus professores, eles foram muito importantes pra mim, sorte minha que vou conviver com eles por mais um ano.
    Confeço que chorei um pouco na metade do texto!
    Espero que você se dê bem no seu curso que você escolheu e que seja uma ótima profissional.
    Parabéns pelo seu texto e por ter passado!
    Gostei bastante, beijos :*

    ResponderExcluir
  7. Duda, é dureza sair da escola. Por mais que em tantos instantes a odiamos, achamos chato e etc é a melhor fase a se viver. Agora querendo ou não temos que amadurecer, faculdade já é um ponto crucial a isso, ter que escolher uma profissão. Parabéns por ter tanta certeza do que quer fazer, eu estou largando o 4 período de administração pra fazer História rs. Nada a ver né? Pois é.
    Chore muuuuito! e sinta saudades, tente rever os amigos, ou pelo menos não perder o contado, mesmo que pela internet, são coisas importantes para mante-los vivos.
    Enfim, texto cheio de sentimento *-*
    E dá pra sentir o gostinho de nostalgia dele, sucesso na universidade! E aproveite , pq ela também vai acabar daqui a alguns anos.

    Abraço.

    ResponderExcluir