quinta-feira, 15 de outubro de 2009

O menino do pijama listrado - John Boyne

teDepois da recomendação de alguns amigos, resolvi enfim ler o livro ''O menino do pijama listrado'' de John Boyne. Que acabou me surpreendo com sua história, e o modo no qual o autor nos leva a ficar de olhos arregalados durante alguns capítulos.

A história se passa 1940 na Alemanha, com personagem principal um menino de 8 anos, Bruno. Toda vida de Bruno começa a mudar quando seu pai ''O comandante'' assim chamado, recebe uma promoção e acabam por se mudar deixando seus amigos e tudo para trás. Triste com isso, ele faz de tudo para retornar a sua vida antiga, sua casa antiga, pois na nova cidade onde fora morar não existia nada nem ninguém para brincar ou conversar, apenas um monte de pessoas com pijamas listrados do outro lado da cerca.

Um dia desfiando as ordens da mãe, Bruno decide ''explorar'' sua brincadeira predileta, gostava de andar, procurar e desvendar coisas. E é nessa exploração que ele conheceu um menino do outro lado da tal cerca com a cabeça raspada e com o pijama listrado, chamado Shmuel. Tornam-se amigos, e é por essa amizade que Bruno é levado a descobrir o lado ruim de estar no outro lado, o mundo nazista onde seu pai era um oficial respeitado, O comandante.
É um livro que nós leva a devorá-lo rapidamente, além de curto, tem uma linguagem simples e contemporânea para pessoas de qualquer idade, e que goste de uma bela história reflexiva com um final triste. O livro antes de tudo trás um enfoque nas questões nazistas entrelinhas, pois não se deixa claro no começo da narrativa que se tratava de um holocausto, onde aquelas pessoas estavam sendo exterminadas, nem da real profissão do pai de Bruno. No momento em que li onde Bruno faz o comprimento ai pai: levantando o braço e dizendo: Heil Hilter! Fiquei em transe, notei que se tratava então de um livro com teorias nazistas, e que obviamente aquele menino não sabia nem o que estava pronunciando.
Ao desencadear da história é comovente a vida de Shmuel, esperando a morte chegar, procurando seu pai, sem ter a chance se quer de escolher nada. E foi em seus encontros durante várias tardes com Bruno, que eu pude até sentir a própria fome dele, quando engolia com voracidade a comida sempre trazida pelo amigo. E o mais chocante das partes, é o final, sem duvida. As mortes dos garotos escritas em poucas linhas simplesmente deram as mãos e as luzes se apagaram. Um final triste que me deu outro olhar, sobre obras desse estilo, dessa temática. É um dos livros que com certeza estará em minha lista.
Vale ressaltar que foi feito o filme com o mesmo título, vale a pena conferir, é tão emocionante quando ler o próprio livro.

24 comentários:

  1. legal seu blog

    olha o meu
    http://smallblog-midia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Comentários construtivos por favor.
    Caso contrario não perca seu tempo aqui :)

    ResponderExcluir
  3. Da não li esse livro mas acho que deve ser legal!

    ResponderExcluir
  4. noooooossa, QUE LEGAAAL QUE VOCÊ ESTA COMENTANDO ESSE LIVRO!
    Eu assisti o filme eu adorei, é realmente bom, mas fiquei com um pouco de raiva no final, eu esperava nego caindo de joelho e se matando de chorar "você sabe quem..." <- misterio? é para não estragar a surpresa do final...
    dahiusdhuiasd
    assistaam recomendo!

    ResponderExcluir
  5. Me perdoe por achar seu "blog legal" e isso ser um COMENTÁRO NÃO CONSTRUTIVO!!!

    ResponderExcluir
  6. É um comentário legal, não construtivo aposto que se quer deu-se ao trabalho de ler, infelizmente.

    ResponderExcluir
  7. Não Li o Livro... mas sei que é bom!!!
    Minha mãe já leu!!!
    É muito legal!!!


    E agora??? Fui construtivo?

    ResponderExcluir
  8. Hum, melhorou. É apenas um caso de interpretação, você lê o título e fala a respeito rs.

    Um abraço :*

    ResponderExcluir
  9. Sei bem disso!!!
    Mas vc já leu os outros livros dele???

    Minha tia tem uma versão do "A casa do propósito especial" em espanhol!!!

    já leu esse???

    ResponderExcluir
  10. Pow várias conversas diretas nos comentários...

    Bacana.. gostei.. rsrsrsrsrs

    Abraçosssssssss

    ResponderExcluir
  11. ''e que goste de uma bela história reflexiva com um final triste''

    Ia reclamar que você já havia comentado o final, mas penseo que seria um tanto improvável outro desfecho, rs.

    Fiquei com vontade de ler, muito embora eu já tenha lido boa parte do que vai acontecer, rs. Preferiria não ter lido o post até o fim, para me guardar mais algumas supresas, mas gostei bastante :)

    ResponderExcluir
  12. O que você leu ai não é de fato toda a história, leia sim! sabes que o final é triste, mas não exatamento como tudo acontece... procurei me conter e não descrever detalhes.

    ResponderExcluir
  13. Não que seja um grande leitor ... mas costumo ler alguns que me indicam. Este, da primeira postagem, parece ser bem bacana. Seu blog, tá de parabens, sem frescuras, direto, boa escrita.
    Certo que me espelharei no mesmo, para melhorar o meu^^.Um abraço. Cristian, de Navegantes - SC oO

    ResponderExcluir
  14. infelizmente o regime nazista nos traz bastante matéria para escrever bons livros e boas historias.

    Porém temos que estar atentos o quanto estas estão comprometidas com a ficcção e com a veracidade.

    abraços

    ResponderExcluir
  15. Vale muito a pena mesmo!
    Duda, Jornalista *____________*
    PS: Não gostei do "alguns colegas", pensei que eu, Rhebeca...já fossemos teus amigos, Garay!
    rsrsrs.
    Continue!

    ResponderExcluir
  16. Vou editar Elilson rs. É porque não foram só vcs que me indicaram, alguns colegas também falaram... e não dá pra chamar todo mundo de amigo, não é mesmo?! mas tudo bem.

    ResponderExcluir
  17. Eu ainda não li o livro pois não gosto de ler e sei que não gostar de ler vai me prejudicar muito porém eu assisti o filme que é muito bom
    não vou contar a historia aqui se não perde a graça mas posso dizer que o final é triste e o pirralho suicida é doido kkkkkkk. ;)

    Ass: dobrinhas.com

    ResponderExcluir
  18. Deu vontade de ler, você é ótima em sinopses!! hehehehehhe
    Que bom o filme ter qualidade... As pessoas sempre se decepcionam quando boas obras literárias vão para as telonas...

    Me amarrei no blog, estou seguindo!!!

    Abraços,
    Camilo do V.O ( http://www.veracidadesocultas.blogspot.com )

    ResponderExcluir
  19. Com certeza. E se precisar dum guia por aqui, estamos a disposição^^. Abraço.

    ResponderExcluir
  20. ótima resenha!!! eu ja estava louca pra ler o livro e depois assistir o filme, hoje aumentou ainda mais!

    ResponderExcluir
  21. Estou a um certo tempo procurando esse livro...(não costumo baixar livros para ler no computador)...espero que supra minhas espectativas.

    ResponderExcluir