quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Recanto particular

Um dia me disseram que eu não poderia jogar futebol
Um dia me disseram que eu não poderia sentar de perna aberta
Um dia me disseram que eu não poderia beijar a ''coleguinha''
E me disseram também, que eu deveria ser como a minha irmã

Só esqueceram de me dizer que os maiores pecados são conseqüências do amor
Só esqueceram de me ensinar a atuar diariamente para todos que me disseram o que eu deveria ser
Só esqueceram de me mostrar o quão eu deveria ser preconceituosa comigo mesma
E esqueceram também, de aprender a me distinguir de minha irmã

Eu pude responder que adoro futebol
Eu pude mostrar que sentar de perna aberta não me tornava menos mulher!
Eu pude assim, explicar que a ''coleguinha'' era mas que isso para mim...
Então pude confessar, que até aceitaria mudar, caso não tivesse aprendido desde cedo os conceitos ensinados por minha mãe, e meu pai. Cujas regras se encaixavam até eles mudarem de opinião. Ele.
Sinto-me deslocada em certos guetos, por muitas vezes prefiro o recanto,

Pois é lá que abraço o mundo e sinto-me em casa
É lá que sento de perna aberta com a ''coleguinha''
É lá que não sou comparada à minha irmã
É lá que vivo sem repressão e feliz.

21 comentários:

  1. ótimo texto!
    os outros também são muito bons.

    http://www.entendoenaoentendo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu curto muito seus posts, e gostei muito desse aqui, o blog é demais, bgs.

    ResponderExcluir
  3. nossa.. muito bom! adorei seu texto..

    otimos textos otimo blog..

    quando pude comenta no meu blog tbm ok? bjss

    http://granjahits.blogspot.com/2009/10/nossa-vi-esse-video-no-blog-httpwww.html#comments

    ResponderExcluir
  4. Seus textos são espetaculares. Já virei seguidora. MAs me amarro mesmo é na descrição do seu perfil....bem original !!!

    ResponderExcluir
  5. texto muto booom! *-*
    ameeeeiiiii *-*

    ResponderExcluir
  6. Nossa, adorei o modo como construio o texto.
    E as repetições caracteristica sua já, acho super legal.
    Além da tematica desenvolvida nele né.
    sapatinho *-*
    kkkk

    ResponderExcluir
  7. UAU.
    É difícil lher dar com todas as especulações da sociedade não é mesmo. Ainda mas quando se trata da luta de você vs. todos eles
    uma puta desvantagem, mais pelo que eu te conheço... HAHAHA

    adorei adorei, não sei mais qual dos textos eu levo pra ser trabalhado la no colégio..depois desse acho que vou levar uns 3.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. como sempre adorei a realidade implicita em teus textos!

    tem selo pra vc lá no blog viu??
    com muito carinho!!

    xeru

    ResponderExcluir
  9. Muito bom, muito bom mesmo...
    deveria estar comentando com o meu perfil pessoal, mas como estou com preguiça de trocar,
    vai com o do meu Limão mesmo :)

    Alguns comentaram sobre sua descrição do perfil.
    Li.

    Mas algo me chamou mais atenção ainda...
    você ler o "Filosofia Introspectiva". . .
    PERFEITA !!

    Elilson com seus textos tão deslocadores de realidade, tão bem...
    e você com poemas tão humanos, compreensíveis e bem desenhados.

    Parabéns!
    www.limaoanalogico.blogspot.com

    ou simplesmente eu:
    www.hafresta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Eita que alma mais tranlúcida! Acredito que a cada dia vou dizendo "eita, Little Prince, esse é o que mais amei", por que vc vai me surpreendo e se introduzindo a cada dia.
    Lendo-te vejo ainda mais que nossas almas não se cruzaram em vão.
    Nem preciso dizem que o poema se identifica com os poros da minha alma.
    E eu poderei dizer que adoro as artes. Que não suporto futebol. Que posso amar Pessoas e não o sexo. E isso para mim já é bem claro, mas sou grato por eles não me ditarem regras. E devo atuar muito bem para nada ter explodido ainda...
    Enfim, também prefiro o meu recanto que se faz na epifania diária, seja no meio da rua, sendo um invísivel para a multidão, seja no meu banheiro ou na minha alcova, do que os guetos a que somos empurrados a engolir.
    (Olha Tobias aí em cima!!!)

    ResponderExcluir
  11. HAHAHA *-*

    Né, to ficando importante com os comentários dos senhores :D

    ResponderExcluir
  12. Muito certo! NOs ensinam tantas coisas ao longo da vida, o que não pode, o que é errado. Mas o que, afinal é errado?
    Certo é tudo aquilo que nos faz bem, sem prejudicar o outro?

    E nada como nosso canto, onde somos nós mesmas, sem mascaras..

    ResponderExcluir
  13. Excelente texto! E como muitos aqui disseram, eu também concordo, a descrição do seu perfil é muito original.

    Ótimos textos, você escreve muito bem mesmo.

    http://blogdossub15.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Show, q inveja, quanta criatividade! rsrsrs

    ResponderExcluir
  15. Nossa adorei, esse texto é a minha cara. :(
    Te visitarei sempre. q
    Parabéns, beijos! ;*

    ResponderExcluir
  16. Ótimo texto hein...
    Te achei na comu do orkut de divulgações do blogger... Já tô te seguindo.
    Depois passa lá no meu blog!

    BjO

    ResponderExcluir
  17. Moça: muito, muito bom! Tenho razões para voltar a este blog e prestar mais atenção nas coisas q vc escreve, de verdade. :)

    ResponderExcluir
  18. Já elogiei sua maneira de escrever. E esse texto foi demais tb!!de verdade

    ResponderExcluir
  19. Adoro tudo o que é escrito por ti Duda!
    Não vou mais me desfazer em elogios para não enjoar de mim aqui.. haha

    Sabes né?!
    Parabéns [2343242343]

    Abraço.

    ResponderExcluir
  20. nossa duda
    só uma coisa a dizer:
    Ahasol mulher *.*

    ResponderExcluir