sábado, 14 de novembro de 2009

Closer

De que adianta tentar com tanta veemência e precisão, se depois sempre vem o fracasso e eu tropeço.
Cansei de esforços vãos, que nunca me servem de nada, nada.
E tantos foram eles, que agora vou trancar-me numa gaveta e nunca mais sair.
Ficar até o sol incandescer a janela do meu quarto (não há janelas), até a lua deixar de existir e tornar-se como eu me sinto agora (inútil).
Deixei de sonhar, ao menos nesse instante, que penso na vida, no meu dia, no que aconteceu esta semana.
E me sinto tão só, mais tão rodeada, e isso não é bom, é tão incapaz.
Tiro e boto o anel no dedo, solto e prendo os cabelos, ando e me jogo na cama, abro e fecho a geladeira, e choro ao mesmo tempo, entre soluços procuro respirar e me acalmar.
Mas o meu lugar ainda é ali: entre os velhos objetos que não gosto mais, que perderam o uso.
Eu não tenho nada que realmente me pertence, eu não sinto nada que os outros sentem, eu não sou como as outras garotas da minha rua, da minha escola, da minha vida...
Pela enésima vez, fechei-me.

12 comentários:

  1. Você escreve muito bem! Acho que este texto mostra muito bem como é a vida. A ameaça de fracassos muitas vezes impedem a força de vontade, fecha as pessoas aos novos caminhos da vida. Parabéns pelo blog, principalmente pelo conteúdo inteligente.

    www.blogdossub15.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Blog muito lindo aqui. *-* 1bg ;*

    ResponderExcluir
  3. Duda,
    Puxa vida, é visivel o constraste de tristeza e melancolia, talvez desapontamento consigo mesmo por algo...
    O fracasso é so mais uma característica dos fortes, e eu sei que você é uma!

    Umm grande abraço, minha escritora*-*

    ResponderExcluir
  4. melancolia... as vezes é uma ótima fonte de inspiraçao, mas nunca fonte de vida, deixar ela a margem de tudo para mim sempre é a saída!
    ótimo texto

    ResponderExcluir
  5. perfeito simplesmente perfeito ...

    "E me sinto tão só, mais tão rodeada, e isso não é bom, é tão incapaz.

    isso acontece comigo todo o dia ...

    e posso dizer me da inspiração pata escrever ....

    abraço ...

    ResponderExcluir
  6. O segredo da vida é viver cada dia, sem se procupar com o amanhã!

    ResponderExcluir
  7. Oie Eduarda,
    você escreve muito bem; gostei dos detalhes.
    Não se feche para a vida, não deixe que algumas adversidades façam que tu abaixe a cabeça e sinta um pessoa sem valor.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Você escreve muito bem +1
    am sé isso, vida cheio altos e baixos (frase clichê q- ) E como já foi dito aê, não se fechee para a vida.

    ResponderExcluir
  9. Muito legal seu blog você é uma boa escritora, continue assim!

    ResponderExcluir
  10. meio que me identifiquei com o texto.
    o meu blog ta atualizado, volte sempre!
    amei o seu tambem, não pare de escrever. *-*
    to seguindo.

    ResponderExcluir
  11. Bem Duda. A vida não nos dá a confiança que precisamos pra vive-la.
    amei o texto
    tu és mt booa menina *.*

    ResponderExcluir